Clube de leitura
Porque ler é um prazer que deve ser partilhado
29 de Agosto de 2011

 
J.Rentes de Carvalho nasceu em 1930 em Vila Nova de Gaia. Obrigado a abandonar o país por motivos políticos, viveu nalguns países onde colaborava em vários jornais.
 Em 1956 passou a viver em Amesterdão onde se licenciou e passou a ser docente de Literatura Portuguesa entre 1964 e 1968. A partir dessa altura dedicou-se exclusivamente à escrita, tendo alguns dos seus livros alcançado o estatuto best-seller.
Os Lindos Braços da Júlia da Farmácia, foi o primeiro a ser editado em Agosto de 2011 em Portugal com uma tiragem de apenas 3500 exemplares.
Do livro constam várias histórias de fácil leitura e que cativam logo no primeiro instante. Para quem não tem muito tempo para ler, mas gosta de o fazer, basta que leia uma duas ou três histórias por dia, sem ter aquele problema de perder o fio à meada quando se fazem longos intervalos de leitura.
Há uma variedade de temas que passam por uma paixão tórrida em Sevilha; a crueldade de um filantropo inglês; o crime passional de Bébé Almeida; o afamado bordel de Madame Blanche enquadram algumas das extraordinárias histórias que compõem os Lindos Braços da Júlia da Farmácia.
Se o seu problema é não ter tempo para ler um livro de uma ponta à outra sem grandes interrupções, aconselho vivamente a leitura deste livro.
publicado por Existe um Olhar às 21:08 link do post
23 de Agosto de 2011

Sinopse:

Podemos viver toda uma vida sem nos apercebermos de que aquilo que procuramos está mesmo à nossa frente. 15 de Julho de 1988. Emma e Dexter conhecem-se na noite em que acabam o curso. No dia seguinte, terão de seguir caminhos diferentes. Onde estarão daqui a um ano? E no ano depois desse? E em todos os anos que se seguirão? Vinte anos, duas pessoas, um DIA.

 

Esta sinopse sabe-me a pouco, daí que acrescento as palavras de Charles Dickens, que caracterizam a primeira de três partes da obra:

 

" Foi um dia memorável, pois operou grandes mudanças em mim. Mas isso se dá com qualquer vida.
Imagine um dia especial na sua vida e pense como teria sido seu percurso sem ele. Faça uma pausa, você que está lendo, e pense na grande corrente de ferro, de ouro, de espinhos ou flores que jamais o teria prendido não fosse o encadeamento do primeiro elo em um dia memorável"


 

 

Não se deixem enganar pela breve sinopse: A obra tem muito pouco de lamechas, quase nada, diria. Em e Dex bebem demais numa festa onde se conhecem ao fim de muitos anos a estudar na mesma faculdade. Em sempre teve um fraco por Dex, apesar de ele ser tão oposto ao que ela praticava. À parte de alguns clichés que irão descobrir ao longo da narrativa ( os opostos atraem-se, Em quer mudar o Mundo, Dex quer explorá-lo, entre outras), é a envolvente confusão, os encontros e reencontros destes dois amigos que dão sumo à narrativa. Todos os anos, durante duas décadas, no dia 15 de Julho é feito um ponto de situação: onde estão, o que pensam, o que sentem, as expectativas.

 

Discordo inteiramente da primeira frase da sinopse: ambos souberam que era amor, desde muito cedo. O plano de conquistas, de tentativas de reencontros, de aproximação, a cumplicidade, os fracassos e todo um rol de tramas são puramente reais, tristes, desoladores, por vezes angustiantes. Há passagens que suscitam uma vontade descomunal de falar com as personagens para elas mudarem. Por isso é impossível ler o livro sem criar uma ligação com Dex e Em e sentir-se tocado com tudo o que lhes acontece. 

 

Este livro é por tudo isto, recomendado mesmo a não amantes de romances e uma óptima sugestão para o Outono. 

Um último conselho: o trailer do filme parece muito sensaborão , comparado com o livro.

 

Post publicado originalmente em Miss G

publicado por Miss G às 16:48 link do post
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
30
31
subscrever feeds
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Um dos melhores livros :)
Ainda bem que gostou Fenix! Aconteceu o mesmo comi...
Também adorei só consegui para no fim quanto mais ...
Já li e adorei! Excelente livro como aliás todos o...
Saudações a todos. Venho sugerir as capas para liv...
É sem dúvida um excelente livro, ficamos presas do...
Deve ser um excelente livro!
Vergílio Ferreira é isso mesmo; VF é literatura pu...
Por aqui é fácil, basta procurar na Bertrand ou Fn...
Achei o livro excelente. Como sempre, José Rodrigu...
blogs SAPO