Clube de leitura
Porque ler é um prazer que deve ser partilhado
27 de Setembro de 2011

 

Este é já o terceiro livro que leio de Lesley Pearse. Esta autora escreve sempre sobre mulheres e mulheres muito fortes. Desta vez a heroina é Matilda Jennings e a acção conduz-nos desde os bairros mais miseráveis de Londres, em 1842, até aos Estados Unidos da América do início do século XX durante 783 páginas. Ao longo destas páginas acompanhamos a construção de um país já que atravessamos os pontos cruciais da História dos Estados Unidos da América, desde os primórdios de Nova Iorque passando  pela conquista do Oeste Selvagem pelos colonos em busca de terra, a corrida do ouro ou a Guerra entre o Norte e o Sul. No início da história, Matilde é uma simples vendedora de flores que, por um acto desinteressado, salva a vida de uma criança e esse momento muda a sua vida para sempre. Um romance, ao mesmo tempo histórico e épico, de amor, morte, lágrimas e alegria (como diz na contracapa). Um exemplo de que por maior que seja a dor, por maior que seja a queda, haverá sempre motivo para nos levantarmos. O volume do livro assusta, a princípio, mas prende-nos até ao último momento. 

Uma das frases mais marcantes desta história foi colocada, pela autora, na boca de Matilda: " Mas, acima de tudo, quero ter feito uma diferença na vida de outras pessoas", um excelente lema de vida.

 

 

Sinopse:

 "Aquele podia ter sido um dia como tantos outros na vida de Matilda, uma pobre vendedora de flores. Mas aquele é o dia em que Matilda salva a vida de uma criança e recebe a mais preciosa das dávidas: a oportunidade de fugir da mde iséria e construir uma nova vida. Em brevetrocará os bairros degradados de Londres pelos recantos misteriosos de Nova Iorque, as planícies do Oeste Selvagem e a febre do ouro em São Francisco. Munida apenas da sua coragem, beleza e inteligência, a jovem está apostada em ditar o seu destino, nem que para tal tenha de lutar contra tudo e todos. A sua rebeldia condena-a à solidão. Mas um dia também viverá as emoções de um verdadeiro amor.Um amor que terá de suportar a separação, a guerra e os tormentos do nascimento de uma nova nação. Será no Novo Mundoque Matilda vai aprender o que a sua infância não lhe ensinou: que todos nascem iguais, que a coragem e a generosidade são o que de mais nobre pulsa no coração humano, e que, por mais doloroso que seja, a vida tem de continuar e nunca se deve olhar para trás." 

publicado por Charneca em flor às 23:41 link do post
26 de Setembro de 2011

 

Sinopse:

Durante o sono, a minha mente apagará tudo o que fiz hoje. Amanhã acordarei como acordei hoje de manhã. A pensar que ainda sou uma criança.  A pensar que tenho toda uma vida de escolhas pela frente... As memórias definem-nos. O que acontece se perdermos as nossas memórias sempre que adormecemos? O nosso nome, a nossa identidade, o nosso passado, até mesmo as pessoas de quem gostamos – tudo perdido numa noite. E a única pessoa em quem confiamos poderá estar a contar-nos apenas metade da história. Bem-vindos à vida de Christine.
 
As críticas, muito boas, como podem ler na capa do livro sao em tudo justas. Este é para mim o melhor thriller do ano. Uma história emocionante, que nos envolve desde as primeiras linhas até ao desfecho. Para quem pensa que esta é apenas mais uma historieta de uma pessoa que perde a memória, vale a pena dar o benefício da dúvida.
Christine é uma personagem densa, envolta em incerteza, construída em terreno nem sempre sólido e seguro que nos arrasta na procura da sua vida. O que vem a descobrir sobre si e quem a rodeia supera qualquer expectativa inicial. A história vira e revira e chegamos mesmo a pôr em causa o que lemos, a lógica da personagem, da narrativa.  O primeiro capítulo é muito forte e cativante e está disponível na página da internet do livro.
Convido a quem sentiu uma pontinha de curiosidade a lê-las e a deliciar-se com as restantes 300!
 
Post publicado inicialmente em Miss G. 
publicado por Miss G às 17:03 link do post
16 de Setembro de 2011

Ao contrário do que (me) é habitual, primeiro o autor, depois a obra.

Andreas Franz foi o escritor de thrillers e policiais mais famoso da Alemanha. Aos 56 anos, depois de 20 obras e mais de cinco milhoes de livros vendidos morre de doenca prolongada. Para os conhecedores de autores internacionais de policiais, Franz foi até comparado pela crítica a Henning Mankell, sendo apenas melhor que este!

 

 

 

Sinopse de "Unsichtbaren Spuren" (Pistas invisíveis):

1999 - Auge do inverno no norte da Alemanha. Na estrada, Sabine de dezassete anos de idade, espera por uma boleia. Um carro pára. Pouco tempo depois, a rapariga está morta ... 5 anos depois. Novamente uma jovem é encontrada brutalmente assassinada. E há indicações crescentes de que o assassino ainda é responsável por mais assassinatos. Soren Henning, inspector-chefe dos detectives em Kiel, foi nomeado para chefiar uma comissão especial. No caso de assassinato de Sabina prendeu um suspeito que era inocente, o qual se matou na sua cela. Desde então, Henning é atormentado com a culpa e anseia vira a reparar o seu erro. No decurso da sua investigação, ele faz uma descoberta arrepiante: Aparentemente, o assassino pega suas vítimas ao acaso e pode atacar a qualquer momento. Um criminoso que mata ao acaso? Em seguida, outro assassinato acontece - e Henning recebe um poema e uma breve carta, que aparentemente derivam do agressor. O Comissário está ciente de que ele próprio está na mira do serial killer ...

 

Esta obra é simplesmente fantástica: repleta de pormenores, descrições e com um trama intensa desde o início ao fim. Aconselho a todos os apreciadores de policiais que queiram ler algo de novo. Com Franz, Mankell e Adler Olsen, a minha lista de leitura vai engordar este Outono/Inverno.

 

Post originalmente publicado em MISS G

publicado por Miss G às 16:00 link do post
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
28
29
30
subscrever feeds
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Ainda bem que gostou Fenix! Aconteceu o mesmo comi...
Também adorei só consegui para no fim quanto mais ...
Já li e adorei! Excelente livro como aliás todos o...
Saudações a todos. Venho sugerir as capas para liv...
É sem dúvida um excelente livro, ficamos presas do...
Deve ser um excelente livro!
Vergílio Ferreira é isso mesmo; VF é literatura pu...
Por aqui é fácil, basta procurar na Bertrand ou Fn...
Achei o livro excelente. Como sempre, José Rodrigu...
Olá a todos, este ebook esta disponível neste site...
blogs SAPO