Clube de leitura
Porque ler é um prazer que deve ser partilhado
20 de Outubro de 2009

foi o título escolhido por Nuno Lobo Antunes para a sua última obra.

 

Julgando pela sinopse , o livro prometia uma leitura agradável e entusiasmante: "Sinto muito" é sobre o sofrimento em geral, sobre a dor, seguida de perda, seguida de dor. Entristece o coração, mas recompensa-o grandemente, tornando-o mais leve e melhor. 
 

Prometia disse eu, mas a meu ver, ficou-se por um objectivo a atingir. Comecei a ler com alguma curiosidade, mas à medida que os episódios iam passando e o número de páginas lidas aumentava, andava já a correr atrás de uma narrativa empolgante e cativante tal como o fogo consome ferozmente o rastilho, de forma insaciável, até atingir o explosivo. Atingi o auge da leitura  apenas com o relato quase fotográfico de dois casos clínicos. Pelo meio encontrei alguns malabarismos interessantes com as palavras que não me souberam a mais do que à bolachinha a meio da manhã. 

Por isso, sou eu quem diz "Sinto muito"! O livro não vale, para mim, os euros que paguei por ele. Não tenho o coração mais leve, muito menos melhor. Sinto muito, mas vou dispensar os seus serviços, Sr. Dr. NLA !"

 

postado no Miss G e adaptado para o Clube de Leitura

publicado por Miss G às 15:22 link do post
Olá,

Nuno Lobo Antunes? Quem é? Desculpa a minha ignorância, mas António Lobo Antunes conheço e sinceramente até hoje os poucos livros que peguei dele não me intusiasmaram por aí além.
Nuno Lobo Antunes suponho que poderá ser seu filho, desconhecia que tb escrevia, mas pelo que descreveste a sua escrita deve ser em tudo semelhante ao do pai.

Boas leituras
Pepita
mimi a 21 de Outubro de 2009 às 10:53
É um dos irmãos Lobo Antunes.
Se há semelhanças entre eles ou não na forma de escrever, não posso dizer porque nunca li ALA.

Boa leituras para ti também.
Miss G a 21 de Outubro de 2009 às 11:47
Assisti a uma entrevista na época da apresentação do livro. Fui tentada e comprei. Não vou dizer que detestei porque gosto de ler. No entanto, a imagem que passou não corresponde ao conteúdo do livro.
O livro fica pelo relato do seu percurso pessoal. Alguns pensamentos curiosos e até humorísticos. Aborda a luta que paciente, familiares e médico travam diariamente com a doença.
Em cada capítulo parece prometer um pouco mais, parece que vai desvendar relatos e emoções que desconhecemos, no entanto…
Fiquei com a sensação que o livro serviu de terapia a medos, dúvidas e fantasmas que algumas vezes o devem assaltar.
Pensei encontrar mais. Estava à espera de muito mais.
Não "Sinto muito"! Mas lamento um pouco, até porque gostei do ser humano que esteve na entrevista.
DyDa/Flordeliz a 21 de Outubro de 2009 às 12:01
Também eu gosto de ler, mas isso não erradica o meu senso crítico quanto aos livros que acolho. Daí que dada a promoção que o livro teve, esperava mais.
Ressalvo mais uma vez que reconheço o devido valor da obra: cheguei a emocionar-me com algumas daquelas histórias e a forma que NLA utilizou para as transmitir.

No entanto, tenho de lhe relembrar que este post é nada mais, nada menos, que a minha opinião. Por isto, por ter lido o Sinto Muito há já algum tempo e não querendo, nunca, ser injusta para com a obra e autor, indiquei um link (e excerto) para a sinopse do Sinto Muito.

Boas leituras!
Miss G a 21 de Outubro de 2009 às 13:54
"a imagem que passou" eu referia-me a NLA.
A opinião da "Miss G" vai de encontro ao que senti quando terminei o livro.
Portanto: Estamos de acordo!
Óptmo flor de liz !
Confesso que fiquei na dúvida se se referia a mim ou ao NLA , de modo que quis deixar logo tudo muito claro.
Miss G a 21 de Outubro de 2009 às 14:19
Isto vai parecer mal... mas nunca li nada do Lobo Antunes, nem do outro, nem deste, não sei porque mas não me desperta a atenção.... deste já percebi porquê.

Jorge
Jorge Soares a 21 de Outubro de 2009 às 22:40
Olá, venho pela 1ª vez a este blog, e prometo ficar, se puder ser...

Li este livro, por isso sinto-me na legitimidade de dar opinião. Não gostei nada, mesmo nada... No entanto fiz o esforço de o ler até ao fim, por respeito. Vá lá, consegui acabá-lo, tenho outros livros que nao consegui.Mesmo!

Gosto de ouvir o seu autor, mas qb, Acho que me deixei levar pela nobreza da sua profissão, aliada ao facto de ser um assunto delicado e ligado a crianças. é sem duvida um assunto que me toca, talvez por isso tenha tido a curiosidade em lê-lo.

Deve ser um bom médico, já escritor... Cada um é pro que nasce.
mulherdoastronauta a 5 de Novembro de 2009 às 21:35
Talvez tenha sido também esse o meu erro: deixar-me levar pela nobreza de ser médico.
Miss G a 8 de Novembro de 2009 às 09:34
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
17
19
23
24
27
29
30
31
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Um dos melhores livros :)
Ainda bem que gostou Fenix! Aconteceu o mesmo comi...
Também adorei só consegui para no fim quanto mais ...
Já li e adorei! Excelente livro como aliás todos o...
Saudações a todos. Venho sugerir as capas para liv...
É sem dúvida um excelente livro, ficamos presas do...
Deve ser um excelente livro!
Vergílio Ferreira é isso mesmo; VF é literatura pu...
Por aqui é fácil, basta procurar na Bertrand ou Fn...
Achei o livro excelente. Como sempre, José Rodrigu...
blogs SAPO