Clube de leitura
Porque ler é um prazer que deve ser partilhado
20 de Outubro de 2010

O clube de leitura em destaque

 

Antes de mais, em meu nome e dos demais participantes do BLOG, quero agradecer ao ao Pedro e ao restante pessoal do SAPO pelo destaque.

 

Este blog é  espaço de partilha, há muito por aí quem goste de ler, e são recorrentes na blogosfera os posts em que se fala de livros, nada como agrupar num só lugar todos esses posts para termos um clube, um clube de leitores.

 

Quero aproveitar esta avalancha de visitas para deixar um convite, o clube está aberto a quem queira participar, ali ao lado está um link que diz Participe neste blog , e o convite é aberto para os bloguers do SAPO ou para outros qualquer. Quem não é do sapo envie-me um email para jfreitas.soares@sapo.pt.

 

 

Porque ler é um prazer que deve ser partilhado

publicado por Jorge Soares às 22:10 link do post
09 de Setembro de 2010

 

 

 

Numa linguagem simples e descomplicada Irvin D.Yalom, recria uma situação hipotética onde Nietzche procura o médico vienense Josef Brauer para uma consulta para o tratamento de sua enxaqueca.  Brauer, que já havia sido alertado por uma amiga comum a ambos, para as possíveis causas desta e outras doenças,envereda-o para tratar-lhe o espírito.

Mas, à medida que ambos vão "evoluindo"no tratamento, vão trocando os papeis até não se saber mais quem é o médico e quem é o paciente. Questionamentos interessantes sobre as dúvidas do homem por volta dos 40 anos, que tendo já conquistado tudo que almejava não sabe mais para onde quer ir, para onde a vida vai lhe levar.......IMPERDÍVEL!

publicado por Bete do Intercambiando às 20:48 link do post
31 de Agosto de 2010

DE: WILLIAM P. YONG

 

Em primeiro lugar, estou muito feliz em estar aqui, com vocês, partilhando nossas leituras, e nos conhecendo melhor!...Meu nome é Bete, sou brasileira,  e  também tenho  blog no Sapo, aliás três, que são a minha paixão!... Através deles conheci pessoas muito queridas que hoje fazem parte de meu cotidiano, como se as tivesse aqui pertinho!

Um abraço a todos

 

 

E Deus falou à Mackenzie:

 

"Você deve desistir de seu direito de decidir o que é bom e ruim, e escolher viver apenas EM MIM.É um comprimido difícil de engolir.

Para isso você deve me conhecer bastante, a ponto de CONFIAR EM MIM e aprender a se entregar à MINHA BONDADE inerente. O mal é uma palavra que usamos para descrever a ausencia de Deus, assim como usamos a palavra escuridão para descrever a ausencia de luz, ou a morte para descrever a ausencia de vida.Tanto o mal, quanto a escuridão só podem ser entendidos em relação à luz e ao bem.Eles não tem existencia real. EU SOU A LUZ E O BEM.SOU AMOR E NÃO HÁ ESCURIDÃO EM MIM. A Luz e o Bem existem realmente. Assim, afastar-se  de mim irá mergulhar você na escuridão.

Declarar Independência resultará no mal, porque, separado de mim,você só pode contar consigo mesmo. Isso é morte porque você separou de mim que sou a VIDA."

 

 

 

Nunca ninguem nos falou com tanta clareza, como neste livro, "O QUE" DEUS espera de nós, e "COMO" podemos ESTAR NELE!

 

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 20:43 link do post
30 de Agosto de 2010

Xamã, Noah Gordon

 

 

 

Robert J. Cole é um médico escocês que é descendente directo de uma linhagem de médicos que se iniciou na idade media, motivos políticos levam a que o jovem médico se veja de um momento para o outro numa longa viagem até à América do inicio do século XVIII. Depois de tomar contacto com o mundo infame em que vivem os emigrantes Europeus no jovem país, o Dr. Cole decide levar os seus conhecimentos às novas fronteiras que estavam a ser desbravadas.

 

Robert Jefferson Cole é o filho mais novo do Dr. Cole, depois de uma doença e ainda criança Robert fica surdo, no livro é retratada a forma como a família enfrenta a surdez da criança e a luta pela vida que o jovem trava até conseguir ser um brilhante estudante de medicina e um ainda mais brilhante médico. Pelo caminho ele está ao cuidado de uma mulher nativa americana, uma Xamã de uma das tribos que habita as pradarias onde o Dr. Cole se instala, que se encarrega de transmitir ao Jovem Cole alguns conhecimentos ancestrais que em mais de uma ocasião lhe vão salvar a vida.

Este livro conta a historia do Dr. Cole e da sua família na América da conquista, a forma como se implantou a civilização numa América virgem e selvagem, a forma como as terras foram sendo conquistadas aos nativos, é também tratada a guerra civil, os seus motivos e a forma como por vezes membros da mesma família se tornam em inimigos.

 

Este é o segundo livro de uma trilogia de este autor, em que o Primeiro foi O Físico, e o Terceiro é um livro que estou a ler e que na edição que eu tenho se chama Opções mas que aparentemente mudou o nome para as escolhas da Dr.. Cole.

 

É  sem duvida um excelente romance histórico que trás até nós páginas da história americana narradas de uma forma sublime.

 

Sipnose:

Xamã", ficção histórica, é o segundo volume da trilogia de Noah Gordon sobre a história da medicina. Abrange o período de 1839 a 1865, quando a anestesia ainda é novidade na prática médica. A trilogia começa com "O Físico", no século 11, e termina no século 20 com "A Escolha da Dr.ª Cole". Seus protagonistas pertencem a uma família de médicos que dá ao primogênito o nome de Robert e um segundo nome iniciado por J. Na Escócia de 1839, o assistente do cirurgião William Fergusson, Robert Judson, do Hospital da Universidade de Edimburgo, é obrigado a imigrar por ter escrito um panfleto contra a coroa inglesa. Começa a clinicar em Boston, mas se desilude com o trabalho filantrópico e compra terras em Illinois, onde aprende segredos com Makwa-ikwa, uma curandeira índia. Casa-se e tem um filho, Xamã, surdo e dono de um sexto sentido para diagnósticos. Pai e filho tratam feridos durante a Guerra de Secessão.

 

Post Publicado inicialmente no blog: O que é o jantar

 

Jorge Soares

publicado por Jorge Soares às 11:26 link do post
13 de Julho de 2010

 

 

O Físico, Noah Gordon

 

Encontrei este autor por acaso, um dia de chuvas de verão no norte de Espanha, numa visita a um centro comercial o nome e a capa de um livro chamaram a minha atenção, desde então já li uns 5 ou 6. Todos são romances históricos que tratam da vida dos Judeus, da história da medicina, ou de ambas. Todos são livros fantásticos que nos prendem a atenção do principio ao fim.

 

Este O Físico faz parte de uma trilogia que nos fala da história da Medicina, os outros são O XamãOpções, livros que nos falam da dinastia Cole, desde a idade média na Inglaterra até à medicina moderna e os seus dilemas na moderna cultura americana.

 

Rob J cole é uma criança que em pouco tempo se vê sozinho no mundo depois da morte da mãe, do pai e da separação dos seus irmãos. Num golpe de sorte é acolhido como aprendiz por um barbeiro  curandeiro que ao mesmo tempo que o leva por toda a Inglaterra medieval, o vai iniciando nas artes da cura. Rapidamente Rob descobre que tem um dom e que se quer realmente curar as pessoas, deverá aprender muito mais. Este desejo leva-o até ao oriente onde na altura estavam os grandes mestres da medicina. Sempre protegido pela sorte que abençoa os audazes, Rob consegue tornar-se no melhor dos alunos e com o tempo, no melhor dos médicos.

 

Pelo meio vamos tendo uma visão da vida na idade média na Europa e na Ásia, a religião, os conflitos, a guerra e o amor.

 

Tinha lido o livro há uns 7 ou 8 anos e foi com um enorme prazer que o reencontrei.. um livro que mais que ler, devorei.

 

Jorge Soares

PS:post publicado incialmente no O que é o Jantar

publicado por Jorge Soares às 23:38 link do post
10 de Fevereiro de 2010

 A Catedral do mar, Idelfonso Falcones

 

Uma das coisas que costumo fazer durante as férias é ler, levo sempre livros, que melhor companhia para quem vai acampar?

 

Desde sempre que as minhas preferências literárias vão para a literatura latino Americana: Isabel AllendeGabriel Garcia MarquezMario Vargas Llosa, etc. Nunca fui muito fan dos escritores espanhois, mas ultimamente tenho vindo a descobrir alguns fantásticos, depois de Carlos Ruiz ZafónIldefonso Falcones e A Catedral do Mar.

 

Li o livro em duas ou três tardes, na sombra do tecto de colmo do Xiringuito junto à praia, alheio ao calor intenso e ao mundo que passava à minha volta, embrenhei-me na vida de Arnau, nos subtis acasos do destino que decidem a sua vida, nos seus amores, na sina de homem livre de Barcelona.

 

Por momentos senti-me a viver naquela cidade de Barcelona, uma cidade e um povo orgulhosos da sua força e liberdade que marcam a diferença num mundo que à sua volta permanecia feudal e atrasado.

 

A Catedral do Mar na sua imponente simplicidade é construída com o esforço e o dinheiro doVitrais, catedral do mar, barcelona povo, ao contrario de todas as restantes igrejas da idade média, que foram construídas por e para complacência de reis e senhores, esta foi construída com o sacrifício do povo, até ao ponto que todas as pedras que a erguem, são transportadas desde a pedreira até à obra às costas pelos carregadores do Porto, os Bastaix, homens duros mas honestos e com princípios rígidos.

 

Todo o enredo do livro vai crescendo à medida que a igreja vai sendo construída, os factos passam-se à sua volta, muitas vezes na sombra das suas obras,

 

É uma historia de amor, de sacrifícios, de acasos do destino, de amores, ódios e traições é também um romance histórico fabuloso, que nos mostra como era a vida nas cidades da idade média, desde os mais pobres até à realeza, os cristãos com a inquisição e o seu ódio aos judeus. 

 

É sem dúvida um dos melhores livros que li nos últimos tempos.....

 

Post Publicado no blog O que é o Jantar? 

 

Jorge Soares

 

 

publicado por Jorge Soares às 14:45 link do post
09 de Dezembro de 2009

Luz na neve, Anita Shreeve

 

 

 

Eu não conhecia esta autora, nunca tinha ouvido falar, considero-me uma pessoa interessada pela literatura, já li umas dezenas muito largas de livros, mas salvo raras excepções, a minha atenção vai para os escritores latinos, para a corrente literária do realismo mágico e para alguns autores portugueses. Esta escritora tinha-me passado ao lado.

 

No outro dia, encontrei este livro na estante e chamou-me a atenção, um livro que estava na minha estante e que eu não tinha lido.....   Como estava sem leitura para a hora do almoço, decidi levar, em boa hora.

 

Nicky é uma menina de 12 anos que vive com o seu pai numa quinta da América rural, um lugar  que fica no fim do caminho. O local foi escolhido pelo pai de Nicky precisamente porque era um lugar isolado, um lugar donde ele podia viver longe de tudo e de todos, longe dos seus pensamentos e recordações.

 

Naquele dia Nicky e o pai foram dar um passeio ao fim do dia através do campo gelado e coberto de neve que rodeava a sua casa, após algum tempo a andar, eles encontram no meio da neve abandonada ao frio e à morte, uma bebé recém nascida, uma bebé que apesar do abandono e do frio se aferra à vida e sobrevive para mudar a vida Nicky e a tristeza do seu pai.

 

Um excelente livro, com um enredo simples mas que a mim me prendeu, muito bem escrito e com uma mensagem forte e clara. Um  livro que aconselho e que me deixou com vontade de ler mais coisas desta autora.

 

Post Publicado Inicialmente no blog O que é o jantar?

 

Jorge Soares

publicado por Jorge Soares às 21:52 link do post
23 de Novembro de 2009

 

Chocolate, Joanne harrisJá li vários livros desta autora, comecei por Chocolate, curiosamente o que mais gostei não foi nenhum destes, foi A Praia Roubada. Li Chocolate por primeira vez há vários anos, acho que é um excelente livro, que deu um excelente filme.

 

Vianne Rocher é uma jovem mãe solteira, desde que tem memoria que passou a vida a fugir sem saber bem de quê, ainda com a mãe, viveu em várias partes do mundo, mas só o tempo suficiente para voltar a fugir. No dia de Carnaval chega a uma pequena povoação Francesa e decide que desta vez é para ficar. Ela decide enfrentar os seus fantasmas que pouco a pouco se vão transformando em alguns dos habitantes da aldeia.

 

Vianne é uma profunda conhecedora dos segredos do chocolate, a sua loja converte-se na tentação e no suplicio do padre da aldeia. À medida que o enredo avança somos transportados ao mundo de Vianne , com os seus mistérios, os seus sabores e tentações.

 

Pouco a pouco na sua loja ela vai desvendando os segredos de cada um dos habitantes e vai mudando as vidas, ao sabor dos gostos e preferências de cada um.

 

Um livro muito bem escrito, que nos consegue transportar para o mundo do chocolate,  para o pequeno mundo daquela aldeia francesa e para a luta entre o bem e o mal que se desenvolve entre ela e o pároco.

 

Sapatos de Rebuçado passa-se em Paris 4 anos depois do fim de Chocolate,  Vianne Rocher , agora Yanne Charbonneau vive uma vida calma em Paris, junto com as suas duas filhas. Annie , antes Annouk e Rosette , uma criança de 4 anos que não fala e que facilmente passa por ter de dois anos. É responsável por uma pequena loja alugada onde vende

Sapatos de rebuçado

 chocolates. 

 

Zozie de l'Alba é uma feiticeira que vive de esquemas e de apropriar-se das entidades das pessoas que conhece. Zozie conhece Annie e decide que ela e a sua família serão as suas próximas vitimas.

 

O livro está muito bem escrito, retrata claramente a vida do bairro típico parisino Montmarte e as suas peculiaridades , a relação entre uma adolescente e a sua ocupada mãe e a relação desta ultima com o seu novo namorado parisiense.

 

Neste livro descobrimos alguns dos mistérios e pontas soltas deixadas no Chocolate, como os motivos pelos que Vianne e a sua mãe tinham que fugir e mudar de nome constantemente, e alguns dos fantasmas são finalmente desvendados

 

 

Dois excelentes livros que aconselho vivamente.

 

Jorge

PS:Imagens retiradas da Internet

PS2:Post Publicado inicialmente no blog: O que é o jantar?

publicado por Jorge Soares às 23:51 link do post
18 de Novembro de 2009

As benevolentes de Jonathan Littel

 

Maximilien Aue é um ex-oficial nazi, homossexual , apaixonado de forma obsessiva pela irmã gémea , educado num colégio católico donde é abusado pelos padres e pelos restantes estudantes. Um encontro homossexual fortuito num jardim faz com que termine nas SS alemãs, donde é um dos responsáveis pela solução final,  a eliminação de todos os Judeus.

 

São 900 páginas em letra miudinha, é um livro frio donde são descritos com detalhe e pormenor os processos utilizados para matar milhões de seres humanos, as relações sexuais do protagonista com os amantes de ocasião, a forma como ele mata a mãe e o seu melhor amigo que o tinha levado a ser quem era e que lhe acabava de salvar a vida.

 

É um livro com muitas facetas: um livro politico, donde se discutem os pormenores do poder do Nacional socialismo;  um livro psico-social donde se discutem as taras e manias sexuais, as obsesões e as culpas familiares;  um livro histórico donde de discute em pormenor a segunda Guerra mundial e a ascenção e queda do nazismo; é um livro Freudiano, donde se discutem os sonhos do protagonista e os seus significados... 900 páginas dão para muito.

 

No geral, é um bom livro.... não aconselhável a pessoas impressionaveis, tem descrições brutais, crueis e inhumanas.

 

Sinopse da Editora:

As Benevolentes são as memórias de Maximilien Aue , um ex-oficial nazi, alemão de origens francesas que participa em momentos sombrios da recente história mundial: a execução dos judeus, as batalhas na frente de Estalinegrado, a organização dos campos de concentração, até a derrocada final da Alemanha. Uma confissão sem arrependimento das desumanidades cometidas durante a Segunda Guerra Mundial, que provoca uma reflexão original e desafiadora das razões que levam o homem a cometer o mal.

 

Post publicado originalmente no blog O que é o jantar?

Jorge

publicado por Jorge Soares às 22:21 link do post
15 de Outubro de 2009

O clube de leitura em destaque

 

Antes de mais, em meu nome e dos demais participantes do BLOG, quero agradecer ao pessoal do SAPO pelo destaque. 

 

Este blog nasceu como um espaço de partilha, há muito por aí quem goste de ler, e são recorrentes na blogosfera os posts em que se fala de livros, nada como agrupar num só lugar todos esses posts para termos um clube, um clube de leitores.

 

Quero aproveitar esta avalancha de visitas para deixar um convite, o clube está aberto a quem queira participar, ali ao lado está um link que diz Participe neste blog , e o convite é aberto para os bloguers do SAPO ou para outros qualquer. Quem não é do sapo envie-me um email para jfreitas.soares@sapo.pt

 

 

Porque ler é um prazer que deve ser partilhado

 

Jorge Soares

 

publicado por Jorge Soares às 15:05 link do post
Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Um dos melhores livros :)
Ainda bem que gostou Fenix! Aconteceu o mesmo comi...
Também adorei só consegui para no fim quanto mais ...
Já li e adorei! Excelente livro como aliás todos o...
Saudações a todos. Venho sugerir as capas para liv...
É sem dúvida um excelente livro, ficamos presas do...
Deve ser um excelente livro!
Vergílio Ferreira é isso mesmo; VF é literatura pu...
Por aqui é fácil, basta procurar na Bertrand ou Fn...
Achei o livro excelente. Como sempre, José Rodrigu...
blogs SAPO