Clube de leitura
Porque ler é um prazer que deve ser partilhado
14 de Outubro de 2010

Joanne Harris, O rapas de Olhos Azuis

 

Acabei há poucos dias de ler este livro. Comprei-o durante as férias e li-o de sopetão porque é daqueles que não se consegue parar.

 

Não vou fazer grandes resumos porque é fácil de os ler pela net. Limito-me a adiantar que é um thriller interessante que envolve um grupo restrito de pessoas que partilham um passado comum e onde a certa altura já não se consegue perceber quem é quem ou quem é capaz de fazer o quê.

 

Tenho quase todos os livros da Joanne Harris. Gosto muito do tipo de escrita, simples e sem pretensiosismos. Gosto do envolvimento que sinto com os enredos e personagens. Gosto das ideias iniciais, embora acabe por pensar que têm sempre uma base comum, o que dá uma bibliografia com uma aparência repetitiva...


Neste caso em particular, e embora a leitura tenha sido agradável e ensusiasmante, o final desiludiu-me um pouco, por considerar que deu voltas excessivas no intuito de surpreender cabalmente o leitor... na minha opinião, um daqueles casos em que "menos teria sido mais".

 

De qualquer forma, aconselho, principalmente se pretenderem uma leitura que vos envolva e vos faça correr para o livro de cada vez que tenham um bocadinho de tempo livre.

 

Rita

 

Post do arRanha no Trapo

publicado por Jorge Soares às 20:43 link do post
01 de Dezembro de 2009

Cinco quartos de laranja

 

Framboise regressa ao lugar donde nasceu, à velha quinta da família donde tudo se tinha passado, com outro nome, tenta passar despercebida, passar ao lado das velhas cicatrizes, das recordações da mãe. dos amigos, das pessoas.

 

Framboise é agora uma viúva que partindo da única herança que a mãe lhe deixara, um velho livro de receitas, abre um restaurante e pouco a pouco vai conquistando a confiança e o afecto das pessoas da velha vila...

 

À medida que vai lendo o velho livro, vai abrindo uma caixa de Pandora, de donde vão saindo os segredos da sua relação muito difícil com a mãe, doente e dependente das drogas, que ela aprendera a manipular.

 

Pouco a pouco vamos descobrindo a vida de uma Framboise criança, que cresceu na época da ocupação nazi da França, da sua relação com Tomas, um soldado alemão.

 

Um livro que prende pelo detalhe, pelas descrições minuciosas, como é apanágio da autora, se no chocolate conseguíamos sentir o cheiro e o sabor do chocolate, neste podemos sentir os aromas do campo francês, dos cozinhados, das especiarias...e sobretudo, das laranjas.

 

Este é um excelente livro, muito bem escrito, que nos consegue prender do inicio ao fim da história.

 

Jorge Soares

PS:Post publicado no meu blog:O que é o jantar?

 

publicado por Jorge Soares às 19:27 link do post
23 de Novembro de 2009

 

Chocolate, Joanne harrisJá li vários livros desta autora, comecei por Chocolate, curiosamente o que mais gostei não foi nenhum destes, foi A Praia Roubada. Li Chocolate por primeira vez há vários anos, acho que é um excelente livro, que deu um excelente filme.

 

Vianne Rocher é uma jovem mãe solteira, desde que tem memoria que passou a vida a fugir sem saber bem de quê, ainda com a mãe, viveu em várias partes do mundo, mas só o tempo suficiente para voltar a fugir. No dia de Carnaval chega a uma pequena povoação Francesa e decide que desta vez é para ficar. Ela decide enfrentar os seus fantasmas que pouco a pouco se vão transformando em alguns dos habitantes da aldeia.

 

Vianne é uma profunda conhecedora dos segredos do chocolate, a sua loja converte-se na tentação e no suplicio do padre da aldeia. À medida que o enredo avança somos transportados ao mundo de Vianne , com os seus mistérios, os seus sabores e tentações.

 

Pouco a pouco na sua loja ela vai desvendando os segredos de cada um dos habitantes e vai mudando as vidas, ao sabor dos gostos e preferências de cada um.

 

Um livro muito bem escrito, que nos consegue transportar para o mundo do chocolate,  para o pequeno mundo daquela aldeia francesa e para a luta entre o bem e o mal que se desenvolve entre ela e o pároco.

 

Sapatos de Rebuçado passa-se em Paris 4 anos depois do fim de Chocolate,  Vianne Rocher , agora Yanne Charbonneau vive uma vida calma em Paris, junto com as suas duas filhas. Annie , antes Annouk e Rosette , uma criança de 4 anos que não fala e que facilmente passa por ter de dois anos. É responsável por uma pequena loja alugada onde vende

Sapatos de rebuçado

 chocolates. 

 

Zozie de l'Alba é uma feiticeira que vive de esquemas e de apropriar-se das entidades das pessoas que conhece. Zozie conhece Annie e decide que ela e a sua família serão as suas próximas vitimas.

 

O livro está muito bem escrito, retrata claramente a vida do bairro típico parisino Montmarte e as suas peculiaridades , a relação entre uma adolescente e a sua ocupada mãe e a relação desta ultima com o seu novo namorado parisiense.

 

Neste livro descobrimos alguns dos mistérios e pontas soltas deixadas no Chocolate, como os motivos pelos que Vianne e a sua mãe tinham que fugir e mudar de nome constantemente, e alguns dos fantasmas são finalmente desvendados

 

 

Dois excelentes livros que aconselho vivamente.

 

Jorge

PS:Imagens retiradas da Internet

PS2:Post Publicado inicialmente no blog: O que é o jantar?

publicado por Jorge Soares às 23:51 link do post
Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Um dos melhores livros :)
Ainda bem que gostou Fenix! Aconteceu o mesmo comi...
Também adorei só consegui para no fim quanto mais ...
Já li e adorei! Excelente livro como aliás todos o...
Saudações a todos. Venho sugerir as capas para liv...
É sem dúvida um excelente livro, ficamos presas do...
Deve ser um excelente livro!
Vergílio Ferreira é isso mesmo; VF é literatura pu...
Por aqui é fácil, basta procurar na Bertrand ou Fn...
Achei o livro excelente. Como sempre, José Rodrigu...
blogs SAPO