Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de leitura

Porque ler é um prazer que deve ser partilhado

Clube de leitura

Porque ler é um prazer que deve ser partilhado

O ANJO BRANCO

17.12.12, Existe um Olhar
Um dos livros mais emocionantes que li em 2012, apesar de já estar neste blog a apreciação deste livro feita por outra colaboradora não resisti e quis deixar também a minha opinião.   É um livro que logo de início nos prende com a descrição do nascimento do quarto filho da família Branco que na altura vive em Penafiel. José nasceu franzino, mas logo atraiu as atenções pelo tamanho descomunal do seu pénis , que despertou a curiosidade das vizinhas que se prontificavam a (...)

AS CARTAS SECRETAS DO MONGE QUE VENDEU O SEU FERRARI

30.08.12, Existe um Olhar
 Para mim há livros que são de verão, por serem de fácil leitura em que facilmente podem ser lidos numa praia, ou numa esplanada e não se perde facilmente o fio à meada e outros de inverno em que no aconchego de uma lareira nos podemos embrenhar sem corrermos o risco de distracções e a nossa entrega pode ser total. Há uns anos atrás falaram-me neste livro e há dias entrei numa livraria e ele ali estava mesmo à minha frente a pedir que o levasse, em boa hora o fiz, li-o com uma (...)

"A sombra do Vento", Carlos Ruiz Zafon

30.07.12, Charneca em flor
"A Sombra do Vento é um mistério literário passado na Barcelona da primeira metade do século XX, desde os últimos esplendores do Modernismo até às trevas do pós-guerra. Um inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros, num crescendo de suspense que se mantém até à última página" segundo diz na sinopse.   Uma história maravilhosa de um autor catalão que acabei de descobrir. Um livro com outro livro dentro. Uma história sobre como um livro pode (...)

"Paula", Isabel Allende

04.05.12, Charneca em flor
Este livro já não é uma novidade, antes pelo contrário. A edição é de 1994. Desde que li "A soma dos dias" que desejava ler este. Aliás li-os pela ordem inversa. "A soma dos dias" começa precisamente, onde este termina. "Paula" foi escrito durante 1 ano pela autora durante o tempo em que a filha permaneceu em coma em sequência de uma doença grave que a afectava. Durante as longas horas em que Isabel Allende esperava que a filha acordasse foi escrevendo a sua história de vida e (...)

AMOR,CURIOSIDADE,PROZAC E DÚVIDAS

23.04.12, Existe um Olhar
Hoje celebra-se o Dia Mundial do Livro e como tenho aqui alguns já lidos, mas que ainda não tive oportunidade de colocar aqui, escolhi um de fácil leitura, que nos relata o quotidiano de três mulheres dos anos noventa. Três irmãs com vidas e comportamentos diferentes e que me fizeram lembrar o dia a dia de muitas mulheres que conheço e até de mim mesma, já que todas de uma forma ou de outra, vivemos problemas, sentimentos e emoções comuns, tudo depende do meio, das (...)

...

23.02.12, Charneca em flor
Já se sabe que quando um livro é adaptado para cinema há sempre alguma coisa que se perde. Obviamente que adaptação não quer dizer que o filme tenha de ser exactamente igual ao livro. A história escrita é sempre mais rica de pormenores do que um filme até porque o que resulta escrito pode não resultar em cinema. A mim acontece-me, como à maioria das pessoas que gostam de livros provavelmente, nunca gostar dos filmes que resultam de livros que eu já li. Uma coisa é aquilo que (...)

UM ANO À BEIRA MAR

14.12.11, Existe um Olhar
 Este é um livro escrito por uma apresentadora de televisão e jornalista que um dia deixou o marido e os filhos já crescidos e foi viver sozinha numa casa à beira mar. Ao longo de toda a narrativa revi-me em muitas situações que desejava  alterar e não consegui. Joan Anderson ao invés de se divorciar, decidiu dar um tempo a si própria, tirar uma espécie de licença sabática em relação ao casamento e ao seu papel de mãe sempre disponível e dar um tempo a si própria, já (...)

O LADRÃO DE SOMBRAS

09.12.11, Existe um Olhar
Este foi o primeiro livro que li de Marc Levy, escritor francês mais lido em todo o mundo. O Ladrão de Sombras é um livro que se lê em poucas horas e que me cativou de imediato, pela escrita fluente, pela história que nos prende do princípio ao fim. Na capa pode ler-se: "Uma história de amor magistral", pensava eu que se tratava de um amor entre duas pessoas, mas conclui que era muito mais que isso. O menino desta história era pequeno para a idade e gozado pelo seu colega de (...)

Pequena Abelha, Chris Cleave

07.12.11, Miss G
Diz assim na contracapa e cito" (...) Esta é uma história mesmo especial e não queremos desvendá-la. Ainda assim, vai precisar de saber um pouco mais (...) Esta é a história de duas mulheres. Os seus destinos vão cruzar-se e uma delas terá de fazer uma escolha terrível (...) que envolve vida ou morte. Dois anos depois, elas encontram-se de novo. É então que a história começa verdadeiramente...."   Este número um do top do "The New York Times", alcançou este lugar não por (...)