Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clube de leitura

Porque ler é um prazer que deve ser partilhado

Clube de leitura

Porque ler é um prazer que deve ser partilhado

As suspeitas do Sr. Whicher

07.02.10, Miss G

[9789722519311_1246391987.jpg]Sinopse (Bertrand): "É meia-noite do dia 30 de Junho de 1860 e tudo está calmo na elegante casa da família Kent, em Road, Wiltshire. Contudo, na manhã seguinte, acordam e descobrem que o filho mais novo foi vítima de um crime extraordinariamente macabro. Pior ainda, o culpado é, de certeza, um dos seus - a casa estava trancada por dentro. Jack Whicher, o detective mais célebre da sua época, chega a Road para descobrir o assassino. Entretanto, o crime está já a provocar a histeria nacional perante a ideia dos podres que poderão existir por detrás das portas fechadas dos respeitáveis lares de classe média: serviçais intriguistas, filhos rebeldes, insanidade, ciúme, solidão e ódio." Um livro de Kate Summerscale.

 

 

Se ficaram entusiasmados com a leitura da sinopse, este é o livro que devem acrescentar à vossa lista. Se, por outro lado, acham que se trata de apenas mais um policial, deixem-me dizer que iram ficar surpreendidos com os pormenores que vão encontrar. (Embora tenha enaltecido a quantidade de pormenores na trilogia dos Dotados de Lisa T. Bergren, Kate Summerscale supera-a de longe!)

Ao longo da narrativa deste crime hediondo repleto de mistério, somos transportados para os primórdios das práticas que levaram à ciência forense, aos detectives privados e suas práticas; conhecemos as ideologias de uma sociedade vitoriana,o estado precário da psicologia e advocacia e o fervilhar cultural de Charles Dickens e Alan Poe. Na Inglaterra do sec XIX  tudo parece desenrolar-se de forma tortuosa e até manipulada. 

Trata-se portanto de uma pesquisa que resulta no best-seller internacional e que excede qualquer ficção e que eu recomendo mesmo para quem não era fã deste género literário. Um pequeno senão: a quantidade de personagens implicadas exige a consulta da lista muito bem colocada no início da história, para que não se perca o fio à meada.

 

"O melhor policial do ano- e é tudo verdade! Agatha Christie, rói-te de inveja!" Tatler

 

Publicado originalmente no Miss G

4 comentários

Comentar post