Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clube de leitura

Porque ler é um prazer que deve ser partilhado

Clube de leitura

Porque ler é um prazer que deve ser partilhado

Não sei nada sobre o amor

21.10.09, Existe um Olhar

Tenho andado com alguma dificuldade em acertar na escolha dos livros para ler. Livro que não me prenda logo no início é posto de lado até que um dia e com outra disposição o consiga ler.

O título deste livro seduziu-me, depois olhei para o nome da autora e hesitei, só conseguia ouvir a voz esganiçada dela na televisão, mesmo assim arrisquei. Foi uma agradável surpresa.

Quatro mulheres da mesma família, quatro gerações com início nos anos 30. quatro formas diferentes de viver o amor, as paixões e os relacionamentos.

Ao mesmo tempo que descreve as aventuras e desventuras amorosas das personagens, a autora coloca-nos a par da situação política e religiosa em Portugal,

As transformações sociais e económicas resultantes da ditadura em que estivemos mergulhados, o medo e carência que se viveu durante a II Guerra Mundial, a liberdade que explodiu, qual prisioneira durante tantos anos encarcerada, com o aparecimento do 25 de Abril... são perfeitamente descritas e contextualizadas.

 

Sinopse:

Quando desceu ao riacho, mantilha na cabeça e coração aos pulos, Maria da Glória não sonhava que aquele encontro fortuito com o macho da aldeia iria marcar para sempre a sua vida. Esperava sair dali com namoro anunciado e quem sabe até com casamento marcado. Saiu à pressa, com a roupa ensaguentada, as tripas viradas e a semente de Maria da Purificação na barriga. Estava lançado o destino das mulheres desta família na qual as palavras prazer, carinho, paixão e amor permanecerão para sempre um mistério. A apresentadora de televisão Júlia Pinheiro estreia-se na escrita com uma história surpreendente e apaixonante sobre quatro mulheres que nada sabem sobre o amor. Ao longo destas páginas não suspiramos de amor, não nos empolgamos com casos de paixão arrebatadora, nem choramos com casamentos felizes. Somos levados numa saga familiar que se inicia nos anos 30 onde os sentimentos eram um infortúnio e o prazer uma pouca vergonha. Não Sei Nada Sobre o Amor traça o retrato de uma sociedade e de um país ao longo de quase 70 anos de história, através do olhar de Maria Glória, a avó, Maria da Purificação, a filha divorciada, Ana Clara, a neta mãe solteira, e Benedita, a bisneta, que, apesar de todas as expectativas, não se casa com nenhum príncipe encantado.
 

 

 

 

6 comentários

  • Imagem de perfil

    Jorge Soares

    21.10.09

    Olá Emma

    O bom da vida é que é cheia de surpresas, e isso também é válido para os livros, há aqueles de que esperávamos muito e nos desiludem... já aqui falei de um, e os em que nem pegaríamos e que terminam por ser uma bela obra.

    Quer-me parecer que és uma boa leitora... não queres partilhar connosco as tuas leituras? assim de vez em quando contares a todos nós como são as coisas que lês? que tal entrares para o clube? sem obrigação, escreves quando quiseres e sobre o que quiseres...desde que seja sobre livros... sim?

    Jorge
  • Imagem de perfil

    emma_leiria

    22.10.09

    Olá Jorge confesso que já pensei nisso, mas como não faço ideia como se coloca aí as capas dos livros fiquei assim....lolol
    Se me ajudarem e me explicarem como fazer é com muito prazer que passarei a participar deste blog tão agradável.
  • Imagem de perfil

    Jorge Soares

    22.10.09

    Mas é claro que te ajudo, manda-me um mail para jfreitas.soares@sapo.pt, de certeza que vamos arranjar maneira de que apareçam as imagens.

    Jorge
  • Imagem de perfil

    emma_leiria

    23.10.09

    Boa noite Jorge tenho estado a tentar enviar o mail e não dá...se quiseres tenta tu enviares para mim... emma_leiria@hotmail.com

    Beijokas
  • Imagem de perfil

    Jorge Soares

    23.10.09

    Já enviei, vê lá se chegou
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.